Até quando a empresa 4mãos vai continuar enganando o povo do Maranhão ?

O que era para ser o “Show do Ano” da produtora 4mãos entretenimento, acabou se tornando um pesadelo para muitas pessoas que foram no evento.

Hoje, várias pessoas ultilizaram suas redes sociais para reclamar do show realizado no estacionamento do São Luís Shopping. Espaço super lotado, cerveja quente, altos preços, filas intermináveis é péssima organização, foram algumas das reclamações feitas.

Não é a primeira vez que a produtora 4mãos realiza eventos no Maranhão, que clientes saem reclamando, e os órgãos competentes não tomam algum tipo de providência.

Desta vez será diferente, segundo o presidente do Procon-MA, Duarte Jr. na segunda-feira a produtora será notificada e terá que prestar esclarecimento de todas as denúncias feitas.

Já tá na hora dos produtores da 4mãos serem punidos por estarem “enganando”, o povo do Maranhão.

“Ainda sem palavras, só tentando compreender” diz Rigo Teles após irmão ser o principal suspeito da morte do pai

O deputado estadual Rigo Teles (PV), usou sua página no Instagram para fazer uma homenagem ao seu pai, o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o ‘Nenzin’, que foi assasinado no último dia 6, na cidade de Barra do Corda.

“Ainda sem palavras, só tentando compreender” disse o deputado, que rapidamente recebeu centenas de mensagens de apoio.

Essa foi a primeira declaração de Rigo após a prisão do irmão, Manoel Mariano de Sousa Filho, o ‘Júnior de Nenzin’, que foi preso, trazido para São Luís. Júnior do Nenzin é o principal acusado da morte do próprio pai.

 

 

Deputado Wellington realizará audiência em Carolina para discutir sobre a construção de Unidade Prisional

Atendendo solicitação de moradores do município de Carolina, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) realizará audiência pública para abordar, sobretudo, os impactos negativos da implantação da Unidade Prisional no Paraíso das águas, conforme projeto do Governo do Estado. A audiência é resultado de pedido de inúmeros maranhenses que consideram que a implantação da Unidade, sem a devida cautela, trará malefícios para a população.

“Eles tinham que criar era escola ou hospital. Tinham que abrir era vaga de emprego e não isso aí. Quem vai padecer com a insegurança somos nós com essas fugas que, certamente, acontecerão. A gente, que vive em Carolina, não aceita esse desrespeito”, desabafou José Antônio, morador há mais de 10 anos em Carolina.

Sobre a situação, o deputado Wellington ponderou alguns pontos, entre eles a importância da participação popular antes que o Executivo aja.

“Nós temos um mandato em que nada que fazemos é por conta própria. Tudo é reflexo de solicitação ou denúncia da própria população. Não entendo a razão de o Executivo evitar tanto a participação popular. As pessoas que vivem em Carolina não estão satisfeitas, de imediato, com tal projeto. Iremos ouvi-las, dar oportunidade para as oportunidades competentes se manifestarem e, após isso, encaminharemos um relatório ao Governo para que aprecie e pondere sobre a implantação da Unidade Prisional”, disse Wellington.

A audiência acontecerá no dia 11 de dezembro, no Pavilhão da Paróquia São Pedro de Alcântara e contará com a representatividade da Secretaria de Segurança Pública, OAB, Promotoria, Delegacia local, Prefeitura, Câmara de Vereadores, entre outros.

Na cadeia, Júnior do Nenzin disse que amava o pai

Após buscas que duraram toda a madrugada, Mariano Júnior, o Júnior de Nenzin, foi preso pela polícia militar. Ele é o principal suspeito pela morte de Nenzin, seu próprio pai, ex-prefeito de Barra do Corda.

Ao ser preso, Júnior do Nenzin disse que amava o pai. “Eu amo meu pai, desculpa” disse.

Neste momento “Nenzim do PV” está sob o poder da Polícia, na delegacia de Barra do Corda. O crime foi consumado na manhã de quarta-feira (6) e deixou perplexos os moradores.

Na cadeia: Jr do Nenzin acaba de ser preso, diz Jefferson Portela

O ex-candidato a prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano de Sousa Filho, o “Júnior do Nenzim” ou “Vaqueiro da Barra”, de 47 anos, envolvido no assassinato do próprio pai, o ex-prefeito do município Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nenzim” (PV), de 78 anos acaba de ser preso. A informação acaba de ser dada pelo secretário de segurança Jefferson Portela.

O crime foi consumado na manhã de quarta-feira (6) e deixou perplexos os moradores de Barra do Corda. “Júnior do Nenzim”, que estava com o pai no momento do assassinato, foi acusado formalmente pela polícia por envolvimento no crime e teve sua prisão pedida ao juiz de Barra do Corda, Antônio Elias Queiroga Filho.

Veja o que disse Jr. do Nenzin em depoimento à polícia

A Polícia continua as buscas na tentativa de prender o ex-candidato a prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano de Sousa Filho, o “Júnior do Nenzim” ou “Vaqueiro da Barra”, de 47 anos, envolvido no assassinato do próprio pai, o ex-prefeito do município Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nenzim” (PV), de 78 anos. O crime foi consumado na manhã de quarta-feira (6) e deixou perplexos os moradores de Barra do Corda. “Júnior do Nenzim”, que estava com o pai no momento do assassinato, foi acusado formalmente pela polícia por envolvimento no crime e teve sua prisão pedida ao juiz de Barra do Corda, Antônio Elias Queiroga Filho. Ele estava foragido até às primeiras horas da madrugada desta sexta-feira (8).

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, disse ao Jornal Pequeno que “Júnior do Nenzim” estava roubando gado do próprio pai. Teria roubado mais de 500 cabeças de bovinos, e quando viu que o pai estava prestes a descobrir o ilícito, planejou assassiná-lo, com a ajuda de dois vaqueiros.

Um desses vaqueiros, identificado como Luzivan, foi preso ontem. Também está preso um homem identificado como David, que providenciou para apagar os resquícios do homicídio, mandando lavar a picape Ranger de “Júnior do Nenzim”, na qual o ex-prefeito foi morto.

Jefferson Portela disse ao JP que, ao contrário da versão contada por “Júnior”, o ex-prefeito foi morto dentro do carro, e não fora. Um terceiro vaqueiro, também do grupo de ladrões de gado de “Júnior do Nenzim”, é procurado pela polícia.
Jefferson Portela garantiu ao JP que o caso está elucidado, só faltando realizar a prisão de “Júnior do Nenzim”. Maiores detalhes do caso devem ser apresentados pela polícia, provavelmente nesta sexta (8). Para a polícia, foi próprio “Júnior” quem atirou no pai, dentro do carro, com um revólver calibre 38, ainda não apreendido.

VERSÃO DO ACUSADO

Ao ser ouvido pela polícia, “Júnior do Nenzim” disse que o pai havia sido morto por dois pistoleiros que estavam numa moto. No entanto, o secretário de Segurança afirmou que não há dúvidas sobre a autoria, que, segundo Portela, “está comprovada pelo conjunto probatório de fartos indícios e exames periciais”.

Desde o início da investigação, a cúpula da Polícia Civil maranhense estranhou que os supostos pistoleiros não tivessem executado também o filho de “Nenzim”.

“Está tudo muito estranho para ser um crime de pistolagem típico”, disse Portela ao blog O INFORMANTE, já na madrugada desta quinta-feira, depois de retornar de Barra do Corda, onde acompanhou as primeiras apurações, junto com o delegado Lúcio Reis (titular da Superintendência Estadual Homicídios e proteção à Pessoa), que também investigou o caso.

Sem a ajuda de imagens de câmeras ou de testemunhas que tivessem presenciado o assassinato, a polícia se deteve especialmente no depoimento de “Júnior do Nenzim”, que dirigia a picape Ranger ocupada pelo pai momentos antes de ser morto a tiros.

Segundo contou “Júnior do Nenzim” a dois delegados que o ouviram, ele e o pai, que se dirigiam a um encontro na casa de um advogado, trafegavam no perímetro urbano de Barra do Corda, quando “Nenzim” pediu para o filho parar o veículo, pois queria urinar. “Júnior” contou que quando o ex-prefeito estava urinando, com a cabeça baixa, surgiram dois homens numa moto, sendo que o “carona” sacou de uma arma de fogo e atingiu “Nenzim” na nuca. O único alvo foi “Nenzim” – “Júnior” não foi ferido.

SITUAÇÕES INTRIGANTES

O JP apurou que duas situações no relato de “Júnior do Nenzim” intrigaram a polícia: o fato de que “Júnior” não teria levado, imediatamente, o pai para ser socorrido na UPA (ele teria passado antes por dois locais) e o motivo pelo qual ele teria mandado lavar a picape, poucos momentos após o homicídio, antes de o veículo ser periciado pela Polícia Civil.

“Nenzim” e o filho “Júnior do Nenzim” estavam indo se encontrar com um advogado para tratar da ação que movem na Justiça Eleitoral contra o atual prefeito de Barra do Corda, Wellryk Oliveira Costa da Silva, o Eric Costa (PCdoB), para tentar anular a eleição de 2016 no município. “Júnior” ficou em 2º lugar no pleito, com 20.638 votos (47,80%). Eric Costa teve 22.338 votos (51,73%).

Do Jornal Pequeno

Júnior de Nenzin continua foragido, informa secretário Jefferson Portela; dois suspeitos foram presos

O secretário de Segurança, Jefferson Portela, informou ao blog agora pouco (21h35) que Júnior de Nenzin continua foragido. Ele teve mandado de prisão expedida pela Justiça por ser o principal suspeito de ter mandado assassinar o pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa (o Nenzim).

Segundo Portela, na verdade foram detidas duas pessoas que ajudaram a lavar o carro onde o ex-prefeito estava quando foi assassinado, a mando de Júnior. “Elas estão em Barra do Corda já detidas, a cidade está fechada”.

O secretário de Segurança informou ainda que um dos motivos do crime está relacionado a venda de gados que Júnior de Nenzim teria feito sem o pai saber. “Eles estavam indo conferir o gado quando no caminho houve o crime”, disse Jefferson Portela.

A Polícia continua à procura de Júnior do Nenzin.

Daqui a pouco mais informações.

Blog do John Cutrim

Confirmado! Polícia tenta prender Mariano Jr, suspeito de ter assassinado o próprio pai Nenzin

O informante-A Polícia está tentando prender o ex-candidato a prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano Júnior. Ele é o principal suspeito de ter assassinado o próprio pai, o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin. O crime abalou o município de Barra do Corda na manhã desta quarta-feira.

No começo da madrugada desta quinta-feira, O INFORMANTE já informava que a polícia estava investigando a hipótese de o assassinato ter sido praticado por Nenzin Júnior.

 

Mudança no sorteio de relatores de contas marca nova etapa na atuação do TCE

plenario

O pleno do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) realizou, na sessão do Pleno de ontem (6), sorteio público para distribuição das relatorias das prestações de contas relativas ao exercício financeiro 2018. O procedimento inédito, que será uma prática a partir de agora, atende às modificações promovidas este ano no Regimento Interno da instituição.

Os municípios foram reunidos em nove grupos, considerando como critério de distribuição equitativa a população constante na última informação disponível no sítio eletrônico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Câmaras Municipais não entraram no sorteio por estarem atreladas aos municípios. O relator das contas das prefeituras é sempre o mesmo das contas da câmara no exercício. O sorteio definiu o responsável pela relatoria das prestações de contas de cada grupo de municípios.

Órgãos e entidades estaduais também tiveram suas relatorias definidas por sorteio, só que atendendo ao critério de ordem decrescente de tamanho dos seus respectivos orçamentos e de correlação entre as atividades desenvolvidas no âmbito de cada um deles.

As contas de governo do governador do Estado estão fora do sorteio porque obedecem a outra sistemática estabelecida pelo regimento do TCE, que consiste em rodízio anual entre todos os relatores, agora incluídos os conselheiros substitutos.

A inovação, que torna mais transparentes os procedimentos para definição das relatorias, foi adotada em sintonia com a orientação da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) dentro de um conjunto de medidas voltadas para o aumento na qualidade dos serviços oferecidos pelos Tribunais à sociedade.

Outro aspecto importante relacionado à medida é o estímulo ao controle social, uma vez que cada cidadão saberá, com antecedência, o responsável pela relatoria das contas de seu município em cada exercício financeiro.

Para o presidente Caldas Furtado, o sorteio dos relatores feito de forma absolutamente transparente, coloca o TCE maranhense mais um passo além em um caminho sem retorno, no que se refere à modernização de procedimentos. “Temos plena certeza de que devemos o melhor à sociedade, e não estamos medindo esforços para corresponder a essa expectativa”, afirmou.

Confira abaixo cada lista de municípios e o responsável pela relatoria dos processos de prestação de contas do exercício 2018:

Lista

Carioca deve ser uma das grandes surpresas em 2018

Carioca com o prefeito Magno Bacelar, no Senado, com Edison Lobão…

O ex-vereador Paulo Roberto Pinto, o Carioca (PRTB) deve voltar ao PRTB.

Ele está articulando seu retorno à legenda para disputar as eleições de 2018. Quer uma vaga na Assembleia Legislativa.

– Estou deixando o PHS e voltarei ao PRTB a convite do vereador Basileu –afirmou Carioca, que tem atuado em Brasília com articulações políticas.

…E no MInistério do Meio Ambiente, com Sarney Filho

Carioca quer levar o partido a uma aliança diversa da defendida pelos aliados do governador Flávio Dino (PCdoB). Para isso, tem se reunido com lideranças de peso do Maranhão em Brasília.

– O PRTB tem que ter caminho próprio. Com candidatos identificados com o Maranhão e coms erviços prestados ao povo maranhense – concluiu…