Hilton Gonçalo dá sinais de que pretende deixar o PCdoB e seguir seu próprio rumo

Não há dúvida de que está causando certo impacto no Palácio dos Leões e no universo governista com o um todo, mas a verdade é que as declarações do prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), sinalizando a possibilidade de deixar o partido e romper com o governador Flávio Dino já eram aguardadas por observadores mais atentos. E as razões várias e óbvias. A primeira é que Hilton Gonçalo é um político independente, que dificilmente se submeteria a uma orientação nada identificada com o que ele pensa. Seus movimentos indicam que ele é um democrata, com uma visão de centro, mas nada identificado com a esquerda, o que o torna inteiramente incompatível com o PCdoB. Depois, é um líder personalista, que não admite sombras. Além, tem um conceito próprio do que é gestão pública, que não “bate” exatamente com a do governador Flávio Dino. Vale lembrar que Hilton Gonçalo deixou o PDT depois de não encontrar condições de conviver com o comando absoluto do deputado federal Weverton Rocha.

Mesmo controlando três prefeituras – Santa Rita, Bacabeira e Pastos Bons – e tendo condições plenas de alcançar um mandato de deputado federal, Hilton Gonçalo sempre sinaliza que sua pretensão vai muito além, como o Palácio dos Leões ou um período de oito anos no Senado. E isso o torna um quadro atípico no cenário político do Maranhão. A primeira evidência de que dificilmente se manteria rigorosamente alinhado ao PCdoB e ao Palácio dos Leões veio na campanha para as eleições municipais de 2016. Candidato a prefeito de Santa Rita, com cacife de mais de 80% das preferências nas pesquisas, cuidou diretamente da eleição da mulher, Fernanda Gonçalo, em Bacabeira e da irmã, em Pastos Bons, encontrou ainda ânimo para, contrariando a orientação do seu partido e do Governo, participar intensamente da campanha do deputado Eduardo Braide (PMN) para a Prefeitura de São Luís.

Mais recentemente, Hilton Gonçalo tem sinalizado que pode entrar na disputa para o Senado. Não consolidou ainda esse projeto, mas as declarações dadas ao jornalista Diego Emir indicam que ele está disposto a esticar a corda e seguir o seu próprio rumo. Aguarda-se o seu próximo passo.

(Com informações do Repórter Tempo)

Deixe o seu comentário