PROCESSO CONTRA A JUÍZA DE COROATÁ FOI ARQUIVADO NO CNJ

A Ação disciplinar que tramitava no Conselho Nacional de Justiça – CNJ, proposta por Ricardo Murad contra a Dra. Josane Braga, Juíza de Coroatá, foi arquivada.

Na Ação Ricardo alegava que a magistrada tinha pedido informalmente dinheiro publico para realizar eventos. O primeiro golpe sofrido por Murad, foi a liminar negada pelo CNJ, que mandou a Corregedoria do Tribunal de Justiça do apurar os fatos. Esta, após apurar os fatos, informou o arquivamento do procedimento administrativo disciplinar instaurado.

O CNJ decidiu que, da análise dos documentos e da decisão proferida pela Corregedoria local, não se verifica a existência de indícios da prática de infração disciplinar pela Magistrada, durante sua atividade judicante.

Satisfeito com os esclarecimentos prestados pela Corregedoria do TJ/MA, o CNJ resolveu arquivar o referido processo.

 

Uma ideia sobre “PROCESSO CONTRA A JUÍZA DE COROATÁ FOI ARQUIVADO NO CNJ

  1. A juíza é honesta e ela provou isso. Ele mexeu com a pessoa errada. Só que vivemos em um país no qual predomina gente do mal como esse Murad. A justiça foi feita, a hora desse safado, ladrão e corrupto vai chegar.

Comentários encerrados.