Mais um- Prefeito de Imperatriz na iminência de ser preso

O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, terá de ressarcir ao erário R$ 2,8 milhões.
Segundo o Tribunal de Contas do Estado (TCE), ele gastou de forma irregular verba do Fundo Municipal de Saúde em 2009. Pagou sem licitação, fez aditivos, não comprovou despesas de diárias e de auxílio financeiro.
As mesmas irregularidades recaem sobre o secretário municipal de saúde, Mamede Vieira Guimarães. Ambos foram multados em R$ 64.413,12, referente a 5% do valor do débito imputado, mais R$ 64.413,12 por outras irregularidades constatadas.
Além dessa, Madeira se envolveu em outra encrenca. Foi intimado, junto com a esposa, pelo mesmo TCE, a prestar esclarecimentos sobre a contratação, sem licitação, de um serviço de radiologia.

Uma ideia sobre “Mais um- Prefeito de Imperatriz na iminência de ser preso

  1. Depois disso, cortou a gratificação do sus de milhares de funcionários da saúde, inclusive dos funcionários da SAMU, ele também nomeou a própria esposa como Secretária de Saúde. A molecagem é grande.

Comentários encerrados.